quarta-feira, 31 de março de 2010

Dia 30 de Março.
Estamos comemorando PESACH, em minha casa!
Esse é um momento feliz de nossas vidas, porque nos ligamos às Promessas de Liberdade e Salvação, diante do Eterno.



Você pode ver que existem Símbolos, Cálices em relevo, Alimentos, Orações, Cânticos....na Shulchan, A MESA DE PESACH!
Inclui o Cordeiro de Pesach.
Karah, O Prato com cinco elementos, amargos e não fermentados, ervas, Água com sal, Vinho Vermelho, que representam as condições de Amargura, Opressão dos Filhos dos Patriarcas, dos quais descendemos, em direcção à Adoração da Liberdade e Salvação.
Todo esse material está de acordo com as especificações, desde a Época em que o Eterno orientava, mesmo em franjinhas e bordados, nas ornamentações de Louvor a Santidade Dele.
O Eterno gosta de Mesas Bordadas e Limpas, mas enfeitadas.
E não pode faltar a Cadeira de Elihahu, o esperado para a ORDEM, mesmo a Ordem Política de Israel, com cumprimento das Promessas Finais.
Aprendi isso.


Na Preparação que antecipou a Passagem pelo Mar de Juncos, O Eterno estava presente em toda Intensidade Dele, Julgando e dirigindo para a Terra Prometida e para o Culto, do Tabernáculo, Primeiro e Segundo Templo, e outros locais de reunião santificada.
Vem o Terceiro Templo também com manifestações da Vontade, hoje silenciosa, do Eterno.
Quando Ele se Apresenta, vem com Luzes e Buzinas, Olhos e Ouvidos Atentos!
Baruch Ha_Shem....Baruch HU!

segunda-feira, 29 de março de 2010

Dia 29 de MARÇO.
POESIA! SER POETA É DOMINAR O IDIOMA E OS CAMINHOS DO CORAÇÃO.
PARA SABER FAZER POESIA É NECESSÁRIO, PRIMEIRO, SER SENSÍVEL A HARMONIA
DAS LETRAS, A COLOCAÇÃO DELAS, O TEMPO DE RIMA, O SOM DAS SÍLABAS.
A POESIA É MÚSICA SEM INSTRUMENTOS INTENSOS.
SUTIL COMO A PLUMA QUE FLUTUA, MACIA, SINCERA.
TOCA PARA SER VISTA.



SER POETA É SABER IMAGINAR!
SABER VOAR NAS DIMENSÕES DA PAZ, HARMONIA, ALEGRIA E FELICIDADE!
NAS DIMENSÕES DAS CORES FORTES E DAS LUZES TURQUESAS.


SER POETA É SABER TOCAR AS EMOÇÕES!
LIGAR O PRESENTE COM O FUTURO.
SENTIR A PRESENÇA DAS FLORES E DOS PÁSSAROS NO MOMENTO DA PAIXÃO.
SENTIR A EXPRESSÃO DO CRIADOR E CRIAÇÃO.

domingo, 28 de março de 2010

Dia 28 de Março.

Símbolos, Números, Interpretação, Ouvido e Emoções, compõem a música.

A Harmonia Musical é uma Fonte de Sabedoria e Ordem.
Quatro por quatro define a batida do SOM, frequência de entrada de NOTAS.

A Clave demonstra o degrau de sequência de sinais que modificam seus Nomes.
Em cada Clave, as mesmas notas recebem nomes diferentes.
A Frequência recebe números que são conhecidos da Uniformidade:
O Filho que tem dois pais, quatro avós, oito bisavós, e assim
situam-se na geração permitida, mesmo sob números fracionários
para indicar que cabem um, dois, quatro, oito...notas.
Na Aprendiz agem o Aluno deve se familiarizar com essa regra básica,
actualmente sem sentido na compreensão de qualquer assunto.




Com cinco linhas, quatro espaços, SETE Notas Musicais, Frequência e Números, são os mesmos elementos
em qualquer parte da ciência, do Grego Matemática.



A Música reúne pessoas nas Comemorações e Festividades.
Músicas de Adoração ao Criador,
Músicas de Alegria,
Música de Honra Cívica.
A música transmite sentimentos através dos séculos.



sábado, 27 de março de 2010

Dia 28 de Março.
O Criador colocou dois luminares na Terra, no momento da Criação.
Deu Leis para Adão: não pecar!
As Leis para NOÉ: sete principais.
Fez Aliança com Seu Amigo Abraão.
Mas mostrou a LUA para Moisés no Sinai! Sinais do Pesach!
Entre outros povos eram comuns as Estações:
pelas chuvas, pelos frutos, pelas festas.
mas para os Hebreus era necessário UM SACERDOTE bem treinado,
para posicionar a LUA em acordo com as fases e as Festas,
os tipos de ofertas, o tipo de louvores....a posição das vozes, em degraus.
E nesse século que o homem aventurou-se em ir à Lua, num foguete,
ver as belezas do espaço longe do planeta, sábio e minucioso, é maior que o sábio sacerdote antigo?
Não....mil vezes não!
Ninguém conseguiu ser maior que o Sacerdote Hebreu e suas Pedras Maravilhosas, na comunicação com o SENHOR!
O Astronauta trabalha para a divulgação dos últimos conhecimentos, mas não sabem o significado das letras hebraicas que marcam as Festas de um Ano Completo do Calendário Judaico..esse nem sabe para que servem! Afinal, todo conhecimento contribuem para encher a terra da sabedoria que fala o Profeta Isaías, no novo milénio de PAZ!
Entre as Chodeshim, as Luas Novas dos meses, 52 Shabat, o7 dias de Pesach, 1 dia de Shavuot-contagem de sete semanas, Rosh haShanah- Festa das Trombetas do Ano Novo, o Iom Kipur-Dia do Perdão, sete dias de Sucot, um dia de Shemini Atzreth-Oitavo dia da Reunião, são setenta dias, estão para os sabáticos. Anos de 353 a 385 dias se combinam em perfeição, sem exactidão aparente, visível, porém perfeitos.
Os Astronautas deveriam descrever o Por do Sol na Lua, ou muitos deles.
Deveriam filosofar sobre o assunto enquanto divulgariam tão grande feito.
Deveriam retornar mais vezes!
Isto quer dizer que calcular com precisão, exactidão, as Fases lunares, ir até o satélite, não são suficientes para o estudioso cientista se comunicar com Deus.
Temos que aprender sobre alef, beit, guimel....no ciclo das combinações do Livro Ietsirah.
Faremos isso porque está escrito que faremos, para a Paz de Israel!!
Estamos em Pesach, a real Páscoa!
Shalom Irushalaim!

sexta-feira, 26 de março de 2010


Dia 27 de Março.
LUZ É VIDA.
A grande bênção do Eterno para a vida na Terra é a LUZ.
Os olhos de todos os animais são atraídos pelo brilho.
Calor e Tranquilidade.
Na Chama existem as divisões de áreas como no espectroeletromagnético.
Vermelha e Azul, Violeta e Negra.
A tecnologia utiliza todas as etapas da luz para esclarecer a ciência dos fenómenos e das comunicações.
Os Sinais Luminosos se intercalam com a Sombra, companheira inseparável da Luz.
A melhor definição para luz está na sombra que ela transporta.
Cada um de nós tem uma Sombra Projectada Externa e outra Interna, que nos segue e que identificamos em nós mesmos.
A Análise espectro métrica registra cada tensão molecular dos esforços, exercícios.
A Alma Humana emite Luz, em intensidades diferentes, com emoções diferentes.
Não queremos nos afastar da Luz.
Buscamos a Luz Suprema.

quinta-feira, 25 de março de 2010

Dia 26 de Março.

MUITOS TURISTAS VISITAM O EGIPTO.
NA MEMÓRIA DOS PEREGRINOS QUE VÃO A JERUSALÉM, SE ENCONTRAM AS PASSAGENS DOS FILHOS DE ISRAEL, POR ESSA REGIÃO DO MUNDO.
TRATA-SE DE UMA COMPLEMENTAÇÃO, NO ENTENDIMENTO DA HISTÓRIA DESSE POVO, E NOSSA HISTÓRIA, QUE OLHAMOS AS PROMESSAS E TEMOS ESPERANÇAS DE ETERNIDADE.
ORDENS DO ETERNO: VÁ AO EGIPTO, ABRAÃO! YAAKOV! JOSÉ! YESHUA! E OUTROS.
A SAÍDA SEMPRE É TRIUNFAL.
COMPENSA VER OS MONUMENTOS E SENTIR AS EMOÇÕES DEIXADAS NAS PEDRAS.
UM LUGAR QUE ME CHAMOU ATENÇÃO:
ALGUMAS CASINHAS DE BARRO E PEDRAS PEQUENAS, ANTIGAS, LEVES LABIRINTOS COMUNITÁRIO, QUE PASSAVA DE PAI PARA FILHO POR ANOS E ANOS, E QUE NAS PROXIMIDADES OS CATÓLICOS CONSTRUÍRAM A IGREJA DE SÃO SÉRGIO.
NESSAS CASINHAS MORARAM OS PRIMEIROS CRISTÃOS QUE SEGUIRAM O DISCÍPULO JOÃO MARCOS, SEGUINDO PARA O CAIRO.
JOÃO MARCOS FOI AQUELE SEGUIDOR QUE ESTAVA NU E ENVOLTO NOS LENÇÓIS, NO JARDIM DA PRISÃO DE YESHUA, E QUE TESTEMUNHAVA SOBRE A HISTÓRIA DAQUELE MOMENTO, QUE AS NAÇÕES CONHECEM BEM HOJE.
ESSE JUDEU TORNOU-SE RELIGIÃO...QUEM PODERIA IMAGINAR!
TEM QUE SER UM JUDEU!

AGUARDEMOS O FINAL DESSA BELA HISTÓRIA!


quarta-feira, 24 de março de 2010


Dia 25 de Março.

Você não conseguiria ensinar para uma criança estudante de oitava série, sobre a escala de medida com exponenciais base 2,718.
Muitos adultos jamais viram esse assunto, do segundo ciclo, segundo grau, mas que deve aparecer desde cedo. Muitos professores não conhecem.
Nos livros de matemática mais avançados existe um vazio nesse assunto, entre o mais avançado e o conhecimento acessível.

Para saber medir com essa escala, antes de mais nada, é preciso dominar o calendário das nações. Colocar as combinações do sistema de análise, dentro dos círculos do tempo. Citam "em função do tempo", mas faltam detalhes do tempo.
Significa que deve dominar o crescimento do fenómeno dentro dos sete círculos do tempo: segundos, horas, semanas, meses, anos, séculos e milénio.
Veja o quadro acima. Os expoentes são conhecidos, quando dobram os quadrados, ou crescendo ou decrescendo, negativos porque o espaço da faixa é reduzido para controle decimal.
O Ensino Educacional é responsável por esse ajuste em deficiência.
É a última etapa do conhecimento.
Quem consegue dominar essa etapa, torna-se um bom profissional....e bom religioso.





Dia 24 de Março.
Podemos falar muito sobre o Arco-Íris, além daquela famosa bênção, de que "no fim do Arco-Íris tem um tesouro"! Esse é o Belo Fenómeno visível e invisível, como nas duas figuras acima.
Podem estar nas nuvens, nas ameaças de chuva, ou nos códigos das máquinas identificadoras de SINAIS.
O Arco das Cores é um Método de Medida, usado pela ciência moderna, nas pesquisas de micro áreas, sob o nome de espectroeletromagnético.
No adorável mundo dos alquimistas, que sempre fizeram mágicas nas praças, com as soluções coloridas e os vapores variados, demonstradores de conhecimentos íntimos com a matéria, também se encontra o domínio dessa arte, com tecnologia.



As soluções de substâncias são submetidas a análise, sendo provocado a excitação para identificação do reflexo produzido, após o estímulo, com uma cor correspondente.
Na indústria química os materiais são pressionados e tensionados com o mesmo objectivo de identificação da resistência deles.
O Trabalho é semelhante ao do detective que reconhece o individuo pela forma que comete suas faltas e erros, a forma de acção dele.
Gravar CD com laser Azul grava-se mais do que com laser Vermelho, maior número de sinais na região azul.
Esse é o código do Arco-Íris.
O resultado obtido é o mesmo que tocar uma sonata de Chopin ou de Mozart, grandes clássicos.
As cores atómicas têm os mesmos níveis piramidais, como as notas musicais, e os dias da semana, grupos de sete em OITAVAS.
Nenhum fenómeno aumenta se não for em Oitavas, das sete notas.
O estudante tem o direito de saber dessa lei desde o principio escolar.

terça-feira, 23 de março de 2010


Dia 23 de Março.

No tempo dos Patriarcas, tudo acontecia em Tendas.
Tenda da Adoração.
Tenda dos Afazeres.
Tenda das Mulheres.
O Acampamento vivia em festa, diariamente, noturnamente.
Na disputa entre Lea e Raquel, e as servas delas, existia a batalha das tribos.
Entre elas estava uma Escala de Valores, recitadas nas bençãos de Yakov: os levitas e os reis descendiam da mulher Lea, com seus olhinhos diferentes...um olho azul e outro verde. Não a mais bela nem melhor amada, porém Privilegiada entre as filhas de Labão e seus costumes orientais.
A Escala de Valores estava dividida entre aquelas duas matriarcas, principalmente.

De Sara descendiam os Reis das Nações.
De Lea descendiam os Reis de Israel.
De Raquel, no primogenito, estavam os descendentes ocidentais, PRONTOS PARA AS ADIÇÕES, RESTITUIÇÕES, REUNIÕES, COMBINAÇÕES.

A única filha de Leia, a sétima, pouco se diz sobre ela. Dinah, especula-se, foi para o Egipto com sua beleza que assegurava um casamento.
Não se sabe das bênçãos dessa jovem.

Acima, na figura, uma demonstração da presença do SENHOR, sempre presente, entre os Benei Israel, testemunhos que se transmitiam de geração em geração. O Eterno deve ter saudades desse tempo.


segunda-feira, 22 de março de 2010

Dia 22 de Março.

Noé tinha algumas Leis Fundamentais, como Adão.



Que Bom que começamos nova semana de nossas vidas, e em direcção as Promessas!

Promessas são Esperanças, que surgiram de um conhecimento.
Temos o privilégio de acompanhar, hoje, aquilo que foi prometido há muitos anos atrás...sem tVs e jornais.

Existe algum povo que tem Promessas a serem cumpridas?



Desconheço.

Um caso particular que a história registra é a Vida da Heroína Joana Darc, muito particular, com limite na França.
A Jovem Francesa sai do interior do país, em busca de uma promessa que apenas ela tinha conhecimento do assunto, e do destino do Rei. E não foi fácil, mas aconteceu e o Rei assumiu o poder, com mudanças políticas.



No consciente colectivo existem as Promessas para o Povo descendente de Abraão, suas esposas, seus filhos e suas noras. na genética, escrita a função e o local de acção. E a descendência se encontra aí, para conferir as Palavras do Senhor, desde o deserto até os confins da terra.

Alguns vivem essas promessas dia e noite!


Particularmente confiro linha por linha. Na foto estou no Mar Morto, meditando enquanto caminho.

O zelo que os descendentes têm com os Livros Sagrados não se vê em nenhum povo. E mais, todo o Universo cuida para que todos tenham acesso às preciosas letras. Temos a Universidade, cidades de muros especiais para abrigar aqueles que buscam as letras.


Depois que Abraão decidiu que iria em busca de algo não comum, numa terra diferente daquela de seus pais, abandonando todos os costumes, coisas sensacionais foram em sequência inusitada.

Subiu montanhas desceu vales, venceu batalhas, e a família mais próxima dele, se habitou com o comportamento do Patriarca, Amigo de D'us.

Passados os milhares de anos as mudanças aconteceram para alcançar uma meta, que não importa que se veja no momento, mas todos esperam.

Aprendemos que se está escrito vai acontecer, com certeza. E acontece, mesmo que alguns fiquem de fora e outros dentro do processo.

Assim, falamos sempre para quem está dentro das Promessas.

O último Principio Religioso de qualquer religião é "vamos esperar para ver". As dúvidas serão eliminadas e a confusão desfeita.

As saídas e as chegadas a determinados pontos, são as principais referências: saída do Paraíso para purificação, entrada na Arca do Dilúvio para preservação, saída do Egipto para Adoração no Tabernáculo e Templos, dispersão e retorno para os cumprimentos finais. A União das Letras, da Voz do Eterno para Eternidade....Amém!










































sábado, 20 de março de 2010

No Calendário Maia.


Dia 21 de Março.



No Calendário Maia temos:



1 KIN ... um DIA, Tarde e Manhã, em termos de 360 graus, volta.

1 UNIAL ...Conjunto de 20 dias_voltas.

1 TUN ...conjunto de 360 DIAS, 20 x 18.

1 KATUN...conjunto de 7200 DIAS, 20 x 360. São 20 TUN.

1 BAKTUN...de 144.000 Dias, 400 x 360. São 20 Katun.

1 PICTUN... de 2.880.000 Dias, 8000 x 360. São 20 Baktun.

1 CALABTUN...de 57.600.000 Dias, 160000 x 360. São 20 Pictun.



Temos VOLTAS e TUNS, múltiplos, e muitos círculos envolvidos para os Astros, Estações e Direções.

Veremos depois as Combinações das Rodas_Engrenagens.


Comparação de Calendários.

Dia 21 de Março.

Tudo começa no SHABAT!



Apesar de ser profissionalmente química, em particular de petróleo, e conhecedora das ciências dos materiais, vi que existiam elos que não eram sensivelmente descritos na ciência secular, onde existe um grande espaço preenchido com os conhecimentos, avanços e atualizações, e um grande vazio para as correlações da sabedoria, particularmente da Adoração ao Criador, sempre citado e reverenciado, mas não" o Maioral do Processo", como deveria e com todo respeito, Baruch Ha_Shem.


Comecei a Comparar Calendários!
Na América Central tem Pirâmides, como no Egito, base do Calendário Maia!
No Perú também existe essa estrutura de conhecimentos.
Em ambos hemisférios esses conjuntos de quadrados superpostos demonstram uma expressão dos movimentos e comunicações universais.
Entrei no mundo do sacerdote e dos alquimistas judeus e nos demais sacerdotes, como o PAPA.
Judeus anunciam que muitas informações sobre a química foram retiradas dos conhecimentos deles.
Também concordo. Todo tempo estamos no mundo dos judeus, principalmente o hebreu antigo, e no mundo árabe. Aparelhos de Laboratório lembram a Tenda Árabe. Ai de mim se não fosse a tenda árabe. Linda de morrer, e muito hospitaleira. Cozinha deliciosa. Confortável e fico muito a vontade, desde a primeira vez que nos encontramos no Cairo.

O judeu com seus doze principes, coloca o Eterno e a Celebração em todas ocasiões.
O árabe e seus doze principes, registram os céus e os números em separados no rico mundo do petróleo deles. Sempre Energias fenomenais nos dois casos. Duas Bençãos de D'US.

Chegamos ao novo milênio com o Calendário Gregoriano, desenvolvido até a ser Perpétuo.
Nossa! Que maravilhas de Calendários!
No dos Hebreus, dado pelo Eterno a Moisés, os cíclos da adoração. Tenho um amigo judeu que duvida de tudo isso, mas sempre reafirmo para ele. Ele diz: de onde vem tanta certeza pra você?
Respondo: eu sei por a + b.
Assim vamos...por a + b!
Na Alquimia você encontra um universo de segredos da criação...e da destruição do Perfeito.
Caminhos em Paralelos, claro.
Vi que os judeus, desde sempre, desde Beit Ha_Rishonah, primeiro templo, trabalham com os elementos químicos naqueles quadrados Pares e Ímpares, que se correlacionam nas Sefirotes da Kabalah, pelas letras do Alfabeto, com Combinações.
Na Universidade colocamos os átomos, como falei, nos vértices, faces, arestas. Na Kabalah colocam letras específicas nesses pontos.

Veja o Quadrado Hebreu para o OURO e para PRATA.
O mais interessante, quando o elemento químico está com os orbitais preenchidos eles expressam que estão como o SOL, Ouro.
Poucos elétrons, estão como a LUA, Prata.
Isso é verdadeiro porque falamos de energias absorvidas em comprimentos de onda da LUZ, Espectro Eletromagnético, que só pode vir dessas forças para animais e objetos.
Inventaram o Processo das Diagonais, Lei de Hund, para seguir o Quadrado.

Quadrado Perfeito, para Ouro, igual dos Maias para Tempo.
Soma das Colunas e Filas: 260.

08..58..59..05..04..62..63..01
49..15..14..52..53..11..10..56
41..23..22..44..45..19..18..48
32..34..35..29..28..38..39..25
40..26..27..37..36..30..31..33
17..47..46..20..21..43..42..24
09..55..54..12..13..51..50..16
64..02..03..61..60..06..07..57

É o Quadrado 8x8, como o octaedro e as células unitárias, que falamos em sala de aula.




No Calendário Maia





Dia 20 de Março.
Daqui a uns dez dias comemora-se entre os praticantes do Judaismo, o Pesach.
O Pesach, A Passagem pelo Mar Vermelho, em direção a outra margem, outras terras e caminhos de Eternidade. Em Direção as Regras, As Leis e a Justiça. Aos Tronos da Justiça e da Misericórdia.
Acima temos o Símbolo do Egito e dessa Libertação.
Antes para mim, era tudo distante, escritos e imaginações, até que atravessei os oceanos e fui ver de perto esses percursos.
Num pequeno barco para turistas, com cintos de segurança e acompanhamento de um Guia, pude percorrer pequenos braços do Rio Nilo, próximo da Cidade do Cairo.
Enquanto progrediamos na viagem, grupos de teatro encenavam a História de Moisés, O Salvo das Águas, a Princesa nas margens, uma menina, um Bebê e a Mãe de Moisés, e pessoas com seus afazeres, rotina, diários daquela gente simples, e os escravos especiais do Faraó, os hebreus de Goshen, local dos rebanhos.
Voltamos no Tempo, pela imaginação. Bem bolado...valeu.
Vou lembrar as Dez pragas aqui para não ficarem próximas do relato de Justiça:
Antes da Páscoa tudo isso aconteceu sobre as pessoas, animais e na Natureza.
As águas do Nilo se tranformam em sangue. Não lavar, não beber, não animais aquáticos.
A invasão das Rãs....elas saltando por toda parte...na comida, nos olhos...na cabeça...
Piolhos nas pessoas e animais do Faraó....muita coceira...tudo escuro de bichinhos horríveis.
Ataques de animais selvagens.
Doenças nos animais.
Doença na Pele dos egípcios.
Tempestade de Granizo.
Invasão de Gafanhotos destruidores dos campos verdes.
TRÊS dias de escuridão total....onde ficou o SOL!?
E por fim a Morte dos Primogênitos.
O Faraó ordena: Basta! Vão embora!
E aí está. Atrás um passado no Egito e as Dez Famosas Pragas que continham todo um mau, erros e pecados reunidos na cultura milenar daquele País, que incomodavam o Criador, em Seu Trono de PAZ e Justiça, que deveriam deixar de existir.
Bruxarias, Magos e Impurezas deveriam sair daquela faixa, antes da continuidade do cumprimento da Aliança com Abraão, cujos símbolos se resumem na figura do adorador abaixo.
As especificações da idumentária e instrumentos de adoração foram descritos e exigidos, pelo Senhor para o enviado Moisés, M SH He, 5 + 300 + 45, no peso das consoantes daquele Alfabeto.
Penso sempre em Números, como "a Mulher que Calculava".
Quem conversou com D'us senão esse" hebreu salvo das águas", educado como Principe do Egito, para Sacerdote do Eterno!!!
Que Povo foi convidado para ser Adorador!!!
Que Povo tinha Alianças nas Alturas!!!
Quem deve estar nessa maravilhosa Aliança!
Preciso estar nessa Aliança! Que Fazer...Mah LaAssot!
Essas eram minhas Questões.
Devo encontrar um jeito...mesmo que um jeitinho brasileiro!
Um Judeu deu o Primeiro e Ùltimo Passos para mim.
Lá vão os hebreus para cumprir Luas, Ha Rodesh Mensal, comer Matzot em Pesach.
Cumprir Leis...muitas Leis.
Foram 490 Anos de ritual no Templo de Salomão que não ficaram perdidos, como pensam especuladores religiosos de muitos dos templos seculares.



Ai está um Hassid, Religioso de Tradição. E Eu gosto de vê-los! Estudá-los!
Saber o que eles pensam e que devo pensar também, mesmo conhecendo as minhas chances de marrana, KOL HA KAVOD, com todo respeito.

sexta-feira, 19 de março de 2010







Dia 19 de Março.









HOJE é SHABAT!

Desde Iom Shishi, a sexta-feira, depois das 15 horas da tarde, todos em Israel se recolhempara o SHABAT. Quando aparece a primeira estrela, a Rainha do Lar acende as velas da casa, com a cabeça coberta e as mãos nos olhos. A Mulher Rainha domina as Luzes!

Esse gesto é repetido por gerações e gerações, quando Moisés deu sentido às Promessas do Eterno para com seu Amigo Abraão, figura acima.

Conversa entre o Eterno e Moisés, sobre os tesouros do céu:

O Santíssimo, bendito seja seu Nome, mostrou a Mosés todos os locais dos tesouros do céu, domínio das Recompensas dos Justos.

Moisés pergunta:

Adonai leOlam, Senhor do Mundo,a quem é destinado este Cómodo do tesouro?

D'US responde:

Àquele que se conduz com vida justa.

E aquele outro cómodo?

Aos que ajudam os órfãos.

E outro e outro.

A este cómodo do tesouro, é destinado a quem?

D'us responde: Aos que têm algum mérito, Eu os trago para este quarto do tesouro. Mas se alguém não possui nenhum mérito, Eu, graciosamente, e se quero, também deixo vir a esse espaço do tesouro.

O que significa:
Eu dou graças a quem quero dar graças.


Midrash Tanchuma, ki-tissa 16.
Êxodo Rabá 45:6.
Shabat Shalom!














quinta-feira, 18 de março de 2010


Dia 18 de Março!
YOM SHISHI em Tel Aviv!
Sempre acordo cedo para ir ao SHUK....aí atrás de MIM. Principalmente para pegar Anavim, no verão...doces como MEL!
CHALAH , BOLO e outros, até começar SHAVUA CHADASH, Shavua Habah.
Os Chassidim estão atrás, oferecendo Tefilim para rezas...só para homens, sem restrições...qualquer um pode fazer Tefilot!
O Banco da Pracinha em frente permite que a gente assista os Artistas que se apresentam em mini shows maravilhosos, sem limite de Idade, Sexo ou tipo de Arte franceses, russos, turcos....todos se expressão em belezas. E Eu lá, absorvendo que nem uma Esponja.
Esta na minha Bênção, na minha Herança.
Subo e desço a Rechov Alenby e a Rua do Mercado, normalmente superlotada na Sexta Feira.
Graças ao Eterno conheci o Shuk Ha Carmel, repleto de variedades do mundo todo, desde os comerciantes aos artigos que expõem, em bons preços e óptimas condições.
assim é a Tel Avive que Amo...isso só um pedacinho dela.
Lá em baixo temos o imenso AZUL do Mediterraneo e a supersorveteria.

Dia 18 de Março!
Saudades do SKY, Tel Aviv!
Na Ben Yeudah Rechov, deixo meu coração sempre.
Meus Amigos se encontram nessa rua, boa parte deles.
SHABAT SHALOM CHAVERIM!

quarta-feira, 17 de março de 2010

Dia 17 de Março.


Lembranças da Turquia, na foto, para lembrar que tudo ali tem cor azul turquesa, de turquia.
O mar tem azul lindo, a mesquita Sophia é de azul lindo....colares de azul forte.
Nessa região e proximidades delas as lutas aconteceram:

dentro dos castelos e fora deles.
O dias longos, sem agitação, permitiam que os pensadores tivessem ideias, e as espalhavam pelo mundo das escritas.
Alguém escrevia e os seguidores se actualizavam nos novos assuntos, para não ficar para trás.
Certo dia, na Escócia, um certo João acordou sem nenhuma motivação para os cálculos longos, e
resolveu encurtar o processo diário, numa escala que seria básica para a comunicação globalizada de grandes lucros e grandes distancias.

O metro estava pequeno para tantas grandezas do infinito espaço.
Os primeiros toques e sinais surgiam para os momentos actuais da Internet.
O sistema base 2 expoente n da procriação, necessitaria de uma forma transportadora, veículo
hábil e eficiente para seguir os biliões e triliões de pessoas e seus fenómenos rápidos.
Hoje lidamos com oito dígitos na escala dos binários. Começamos com quatro dígitos, para contar nos dedos das mãos.
Dígitos..... normal...base 2
0000.........0
0001.........1....1
0010.........2....2
0011.........3
0100.........4....4
0101.........5
0110.........6....8
0111..........7
1000.........8....16
1001.........9
1010.....;..10....32
1011.........11
1100........12....64
1101.........13
1110.........14....128
1111.........15
10000.....16....256

O estudante conta apenas e os binários já estão em dez mil. Para OITO temos mil. Para Quatro precisamos de 100. A coluna final de 2 elevado a 2 = 4, 2 elevado a 3= 8.....com sinal negativo é a nova escala do escocês Napier. E tudo vai girar em torno dessas relações.
John Napier escocês "inventou" a primeira correlação de 1 até 10, com números muito pequenos de 0,00000 para expoente na base 10.

O número base 10 elevado a 5 passa a significar na escala de log, que o estudioso fala do 5, apenas.

Surgiu o problema de colocar medidas grandes no Tempo que passa, então inventaram outra escala de base e, valor 2,718.
A maioria dos pais não aprenderam essa linguagem porque eles não sabem ensinar seus filhos, os exercícios da escola.
Precisamos falar bastante sobre o assunto porque isso envolve os calendários das Nações.
No calendário das Nações a conversa é sobre lucros.
Assim somos chamados a analisar o Templo de Salomão novamente, Calendário do Altar.
No Altar do Eterno os cálculos são de Dívidas.

terça-feira, 16 de março de 2010

Dia 16 de Março.
Você vai encontrar outras apresentações de QUADRADO PERFEITO ORDEM PAR, MAS SIGA SEMPRE O MODELO QUE NÃO FALHA.
DESENHE O HEXÁGONO, POLIEDRO DE SEIS LADOS, como Ensaio para Distribuição.
Em cada lado escreva um número 1, 2, 3, 4, 5, 6, em círculo.
Retorne ao número 1 e acima dele coloque o número 7...8,9,10, 11, 12, completando novo círculo por seis vezes até completar o quadrado de 6 x 6 = 36.
Vamos procurar as Duas diagonais centrais da distribuição, invertidas, visto que só temos quadrados, sem CRUZ, mas com o Cruzamento de Espirais em sentido Contrário.
Importante VER que os quadrados no interior do Quadradão Par contém números ímpares: 1, 3, 5, 7, 9, 11, 13 , sempre a diferença entre os números extremos de cada quadrado.
Número 1 para o Quadrado Central.
Número 3 para o quadrado seguinte, quatro números da extremidade a diferença entre eles é Ímpar, nessa Ordem.
ARMAR as Duas Diagonais pelo simples método crescente. Logo o número 1 ,
Em 15, 16, 21 e 22 cruzamento das duas espirais, temos o Menor Quadrado Central de diferença UM, entre os extremos dele.

Os extremos do segundo quadrado, diferença ímpar 3, se tem em 8 , 11, 26 e 29, sobre a mesma linha do OITO.
O terceiro quadrado: 1, 6, 31 e 36 estão sobre o mesmo lado 1 e 6.
A colocação de 12, 13, 24 e 30 lado esquerdo crescendo, e 7, 19, 18, 25 do lado direito, do quadrado Par. Tudo sobre o mesmo lado 1 e 6. Pronto o quadrado sobre 1 e 6 parte-se para outras sequências.

Diagonal: 1, 8, 15, 22, 29, 36.
Diagonal contrária: 6, 11, 16 21, 26 e 31.
Quadrado Menor: 15 e 16; 21 e 22.
Completar as demais posições com números distribuídos nos mesmos lados do ensaio: 1, 2 e 6; 3, 4 e 5.
Nos extremos 8, 11 , 26 e 29 temos seis espaços vazios, dois a dois.
Frente ao OITO -1= 7; 26 - 1 = 25
Entre 8 e 11 estão 27 e 28.
Entre 26 e 29 estão 9 e 10.
Sobre o 8 estão 14 e 20.
Sobre o 11 estão 17 e 23.
Quadrado Final d extremos 6 e 1; 31 e 36.
Cruzando estão 24 e 13; 23 e 18 sobre 1 e 6.
Finalmente:

Primeira Horizontal:06, 32, 03, 34, 35, 01.
Segunda....................:07. 11, 27, 28, 08, 30.
Terceira....................:24, 14, 16, 15, 23, 19.
Quarta ......................:13, 20,, 22, 21,17, 18.
Quinta .......................:25, 29, 10, 09, 26, 12.
Sexta .........................:36, 05, 33, 04, 02, 31.

Soma de cada linha = 111.

Partimos para o importante Quadrado Par 8 x8 = 64.



Quadrados Impares e Pares.


Dia 16 de Março.

Na matemática sistemática, os Quadrados Mágicos não ocupam posição de destaque, e o assunto fica escondido nos parênteses das séries, sem devidas aplicações.

No Movimento Universal existem as posições Ímpares, que dividem o Círculo, e as Pares.

O número de Divisões do Círculo depende da velocidade do móvel no Espaço.
O sons e as representações gráficas como letras hebraicas, conhecidas no Livro da Criação do Judaísmo, acompanham essa Lei.
Os pares de consoantes em COMBINAÇÃO, nos Casos com as Letras da escrita da TORAH, formam o pêndulo em dois pontos opostos.
Também a denominação dos Dias da Semana, entre as Nações seguem essa Ordem, no círculo de SETE Pontas e repetição de DOZE Horas. Os dias terminam na Estrela de Sete Pontas, com nomes dos Astros do Sistema Solar, de forma despercebida da maioria dos estudantes.
As Diagonais dos Quadrados Mágicos expressam o equilíbrio do Pêndulo.

No Movimento Pendular, o Pêndulo pode estar em pequeno Arco, ou Arcos maiores, em Ângulos da divisão circular, aplicando Pi e radianos.

O Quadrado Ímpar 5 x 5, figura acima, pede a Regra Simples de obtenção dos Números em Diagonais com o Resultado Igual na Vertical e na Horizontal, de modo que sempre o estudante aplique as mesmas regras. Outras disposições fornecem a mesma soma, mas não segue a regra ideal, caso do quadrado acima. Escrevemos outra, a melhor.
Seguindo a Regra, a disposição ideal é:

primeira horizontal 17 24 01 08 15
segunda horizontal 23 05 07 14 16
terceira horizontal 04 06 13 20 22
quarta horizontal 10 12 19 21 03
quinta horizontal 11 18 25 02 09
Em qualquer sentido a Soma é 65.

Na coluna do Centro do quadrado ímpar coloque o número 1, sempre, logo acima. O número 2 fica abaixo em seguida, coluna seguinte, imediato.
O número 3 sobe em diagonal frente ao 2. Se tiver mais números continuam em diagonal para o lado direito. É como se dividissémos o quadrado ímpar numa CRUZ, com quatro quadradinhos nas laterais. Primeiro se preenche direita abaixo, depois salta para o lado esquerdo, quadradinho abaixo.
A cruz tem na vertical 1, 7, 13, 19 e 25. Na horizontal 4,6,13, 20 e 22. Sempre separe a cruz.
Nos números da Regra Ideal, o quadrado abaixo direita contém os no centro da cruz [20, 22], e 21, 3, 2 e 9, no quadradinho.
O quadrado abaixo esquerda contém a cruz [ 4, 6,] e 10, 12, 11 e 18, quadradinho.
O quadrado acima esquerda contém 17, 24, 2, 3, e 5.
O quadrado acima direita tem 8, 15, 14, e 16.
Mudando para o quadradinho esquerdo, a partir da cruz, fica o 4 e 5 acima diagonal. Para crescer a próxima diagonal desce o 6, seguido do sete, e 8.O número 9 é como o 2, abaixo imediato.
o 10 vai pra esquerda logo em seguida a posição 9, porque não restam quadradinhos diagonais. Também no 10 não tem diagonais e desce uma casa, e preenche toda diagonal central
Desce um quadradinho que não tem mais diagonais, então vai para a esquerda, 17, e o 18 abaixo em seguida, preenche a diagonal até o limite 20, e desce um quadradinho para obter nova diagonal até 22. Salta para extremo esquerda, 23, em diagonal 24,cai para 25, último número do produto 5 x 5 = 25, final da cruz do equilíbrio.
Esse modelo você aplica sem medo de errar, em qualquer circunstância ímpar. O método universal é ideal porque deixa o aluno segura para compreender o desenvolvimento lógico.

Aplicando no sete x sete= 49.
Os números 1 e 49 estão no extremo da cruz.
Siga todos os passos acima. O 2 desce imediato, e 3, 4 ficam na diagonal direita. O 5 está na cruz, lado esquerdo, 6 e 7 sobem diagonal curta, cai o 8 e sobe 9, 10, curta.O 11 imediato abaixo.O 12 em diagonal curta direita limite.
O número 13 é o primeiro número do quadradinho abaixo da cruz lado esquerdo. O 14 limita e desce o 15, que segue toda diagonal até 19.Em baixo o 20. Outra vez lado esquerdo abaixo do 13 coloca 21.Cai uma casa em busca da diagonal central até 28.Cai uma casa o 29. Nesse ponto salta para o quadradinho esquerdo acima, 30, com o 31 abaixo como o 2. Enche a diagonal até 35. Desce uma casa em busca de nova diagonal, 36 e 37.
Salta para esquerda 38 e 39. Cai 40 como 2, e diagonal até 42. Cai 43 em busca de diagonal nova 43, 44 e 45. Salta esquerda em baixo de 38. Assim 46, 47, 48. Cai 49 o último da cruz do quadrado sete, para as combinações das semanas.
O segredo do Quadrado Ímpar é a CRUZ CENTRAL.
O SEGREDO do Quadrado PAR são duas Espirais contrárias.

segunda-feira, 15 de março de 2010

NÚMEROS DO ALTAR E DAS OPERADORAS DE SERVIÇOS.




Dia 16 de Março.


Hoje é Dia de Analisar Sistemas Operadores de SERVIÇOS, COMO O TELEFÓNICO E CONTROLES A DISTANCIA.
ESSE É O NOSSO DIA A DIA DE ACTIVIDADES NOS BENEFÍCIOS CIENTÍFICOS MODERNOS que funcionam como os Rituais Antigos.
Da mesma forma que você adiciona uma Hidroxíla ao Açúcar, a Operadora controla a Energia.
É uma Mágica transformar energia, massas e pulsos em Números.
Os Números Árabes são Práticos nas transacções de Mercado, mas as Letras Hebraicas, desde a Escrita são provas que estamos ligados ao Altar do Tabernáculo e do Templo do Rei Salomão.
Veja de que forma os Quadrados chamados Mágicos estão nessa História de Operadoras de Serviços: No Telephone System,
Um Código Oito BIT é usado para indicar Um dos Tamanhos, Medida de Etapa ou Degrau
ou Nível em que algo está acontecendo,
E Outro para indicar a Polaridade num dos 16 níveis de energia, inicialmente, como numa Proporção o Pequeno é proporcional ao Grande para existir o Equilíbrio de Tesseract Dinâmico, Positivo e Negativo da órbita.
O Binário expressa as ralações dos Níveis.
Os Espaços entre os Binários contem VOLTs de Energia.
A Etapa Menor é de um MiliVolt, nesse caso.
Para as outras etapas, como dezesseis, como se fosse de oito em oito, se calcula:
+ 16 (1+2+4+8+16+32+64+128) OU
16 x 255 = 4080 MiliVolts.
Cada Degrau tem:
16 x [1]=16 mv no primeiro degrau
16x [1+2]= 3 x 16 = 48 mv
16x [1+2+4] = 7 x 16 = 112 mv
16 x [1+2+4+8] = 15 x 16 = 240 milivolts no quarto degrau.
16 x [1+2+4+8+16+32+64+128] = soma dentro do parêntesis 255= 4080 milivolts como energia de todos degraus.
.
Vamos precisar analisar separadamente os Quadrados Ímpares e Pares, nesses processos e valorizar os chamados Quadrados Mágicos, das Religiões Antigas e das Operadoras Modernas.
Para Contar Dólares, Euros e Taxas, relacionamos a Escala de Exponenciais base 2,718 que inclui segundos, horas, dias, semanas, meses, anos, chamando o Calendário para ajudar nos Degraus.
Dentro do Parêntesis temos a Escala já conhecida nossa, quando até mesmo os cristais utilizam,
e as famílias humanas se reproduzem como os animais, Base 2 expoente n, para dimensões.